Como saber que as coisas não vão bem

Lamento informar, as coisas não vão bem para os gays, lésbicas, bissexuais etc. Avanços existem, a sociedade admite que existe um leque de opções sexuais, mas é só. A sociedade não aceita, não entende, não trata bem, não quer que um filho seu seja qualquer coisa diferente de heterossexual. Minha teoria comprovada na prática:
1. Mauricio de Sousa colocou um personagem gay numa história da Tina. Todo mundo viu, eu não nem me dar ao trabalho de construir uma grande explicação sobre o assunto, se quiser, clique aqui.

2. O autor já saiu se defendendo, com argumentos assim: a) é uma revista "adulto-jovem"; b) considerar o personagem gay é "uma questão de interpretação"; c) mencionou que suas histórias têm "a elegância no trato de qualquer tema".

3. As mídias tradicionais e sociais, noticiaram e reagiram. Bem ou mal é uma questão de ponto de vista, mas mídia sempre é sinal de relevância.
Eu digo que as coisas não vão bem porque toda e qualquer mídia tradicional sobre o assunto é esquiva, quase como se desculpando por falar no assunto, para não ofender nem conservadores, nem gays. Essa coisa assim meio de ladinho sempre grita que determinado assunto é delicado.

Por sua vez, as mídias sociais declaram aos quatro ventos a maturidade de nossa sociedade com comentários gentis assim:
* O que tem haver ´a sociedade´ faz isso, aquilo...eu pergunto: E DAI? a ´sociedade´ e ´a midia´ nao sao exatamente referencias de boa educacao, valores, respeito. Pelo contrario, e fonte egoismo, sexo sem limites e confuso, mentiras, avareza, vaidade..e ainda querem forcar isso com nossas criancas?

* Acho um absurdo, ele diz que a revista é voltada para o publico adulto jovem, mas crianças de uma forma ou de outra, irão ler esse tipo de revista, o que aumenta a influencia do homossexualismo entre as crianças...

* Infelizmente, as revistinhas que eu sempre amei ler, meus filhos nao poderao apreciar. Que intolerancia ne? pq desrespeitar as familias assim? pq invadir e forcar uma doenca dentro de nossa familia? existem milhoes de outras maneiras de combater o preconceito. As criancas nao tem nada haver.

* Exibir personágem Gay é comum virou clichê na midia, Afinal cada vez mais esse estilo de vida é mostrado como normal... Mas na verdade não é! por mais forcem guela baixo nas novelas, filmes etc..Deus fez homem e mulher, Macho e Fêmea.isso é fato, independentemente do que fazem com seus corpos.
Não senhores, as coisas não vão bem, porque definitivamente a sociedade não está pronta. Boa sorte àqueles que vão mudar o mundo, porque eu vou ver televisão.

p.s.1: trechos de mídias sociais extraídos do blog Limão em Limonada, da Emanuelle Najjar.

p.s.2: porra, Lomyne, um mês pra atualizar? É, ué. Acontece, gente.

2 comentários:

FOXX disse...

realmente um mês...


mas que bom q reapareceu né?


eu li sobre esse assunto
vi comentários horriveis
nessas horas penso pq é tão dificil
a lei anti-homofobia ser aceita

Lomyne disse...

A lei é tão difícil de ser aceita, Foxx, porque a categoria não se impõe. As mulheres queimaram um tanto de sutiã para conquistar seus direitos e ainda assim temos salários menores do que os homens no mesmo cargo. E já faz mais de quarenta anos.

Mas fazer o que, se o armário é confortável?