Nem sempre é preconceito

Se tem algo que me incomoda no comportamento LGBT na internet é a paranoia com preconceito. Não sinto isso no dia a dia porque os gays com quem convivo são ponderados e pensam duas vezes. Mas na internet a intolerância chega a níveis absurdos. Qualquer coisinha é motivo para gritar e chamar alguém de homofóbico, machista, preconceituoso e em alguns casos de gay enrustido ou lésbica reprimida. Ai, que absurdo!

Nem todo mundo que abre a boca para expor sua opinião está implicando, é o-pi-ni-ão, sabe? Nem todo mundo vai jogar confetes e serpentinas, divergir faz parte da natureza humana. Não é porque eu acho um absurdo que criem cotas para homossexuais que eu sou homofóbica. Não sei se existe, mas eu não concordaria com a existência.

Imagine a seguinte situação: um casal homossexual se beijando loucamente na rua e várias “distintas senhoras” olhando de cara feia. Pronto, começa a ladainha: são preconceituosas, não aceitam a escolha, não respeitam e por aí vai. Ora pombas, se fosse um casal heterossexual se beijando loucamente na rua também haveriam várias “distintas senhoras” olhando de cara feia. A cara feia não é necessariamente porque o casal é homossexual. Pode ser também, mas essa não é a razão principal. O que está incomodando as pessoas não é a opção sexual, é o comportamento.

Ah, eu tenho o direito de fazer o que eu bem entender. Tem sim, meu filho, tem sim. Mas só não se esqueça que as pessoas tem o direito de não gostarem do que você faz. E tem até o direito de não gostar de você. Isso não é porque você é gay. Ou será que eu sou obrigada a gostar de todos os gays na face da terra? Nem a pau, Juvenal, conheço vários que eu considero completos idiotas. Não porque são gays, é pelo conjunto mesmo. Não é preconceito, porra!

Eu sou livre pra não gostar de quem eu quiser. E vou chamar de preconceituoso qualquer um que diga que eu estou errada, porque é assim que tenho visto LGBTs agirem nos portais, blogs, comunidades e twitter.

2 comentários:

FOXX disse...

paranóia?
tenta sair de casa e ouvir um idiota gritando q vc é inferior e não merece conviver no mundo dele.
agora tenta imaginar que isso acontece absolutamente todo dia que vc pisa os pés pra fora de casa...

e vc ainda acha q é paranóia?
não é paranóia, é hipersensibilidade.

Lomyne disse...

Paranoia, sim, Foxx. Você mesmo me acusou de ser preconceituosa outro dia e não passava de falha de interpretação sua.

Mas se você acha que hipersensibilidade é um nome mais simpático, susse. Também curto uma hipocrisia politicamente correta...